sexta-feira, 9 de julho de 2010

E tudo acabou em pizza...


Amor vamos jantar?
Vamos!
Onde?
Não sei, você escolhe.
Não escolhe você...
Ou você prefere ir ao cinema primeiro?
Prefiro assistir o filme em casa, na cama com o edredom branco de pelo, o vinho com taxa alcoólica de 13,5% e choca lates belga.
Isso meu anjo, pode ser, porém temos um problema, não tenho DVD e minha TV não é de Plasma, LCD ou coisa do tipo.
Vamos comprar uma então?
Vamos!
E 46 minutos depois esta decidido, e lá vamos nós rumo ao Shopping, véspera de feriado, transito insuportável fila... fila...
Alegria!
Chegamos...
Cadê a vaga?
Porque raios os Shoppings nunca tem vagas suficientes? Estacionar num dele se torna praticamente uma iniciação as métodos de equilíbrio de Dalai Lama.
Ai como ele é fofo, não o Dalai Lama, ele o sujeito que quer comprar a TV sempre abre a porta do carro, segura minha mão, se preocupa com tudo, menos com o horário da Loja que vai fechar...
Ah! Como é bom correr com um salto 10 e um vestido vermelho naquele porcelanato.
Muito romântico...
Enfim, a Loja!
E foi ai que eu conheci toda a grande diferente entre Plasma, LCD e LED.
As telas das TVs de LED são muito mais brilhantes, com o contraste muito melhor e as cores muito mais vivas quando comparadas ao modelo das de LCD, ou seja, têm uma imagem muito melhor, pois são feitas com diodos em emissores de luz (LED). Essas TVs também podem ser bem mais finas do que as outras (já existem com apenas 3 cm de espessura). ( Claro que copiei esta parte) RS
Resolvido o LED ganhou e eu ganhei também uma gastrite de tanta fome...
Meu Deus ainda falta escolher o DVD.
Com cabo HDMI ou sem cabo HDMI?
Surtei, mas para prevenir é melhor levar o cabo e uma pizza gigante.
Agora danou-se... eles não tem no estoque, tudo bem, levamos do mostruário mesmo, uma graça tudo embalsamado num plástico bolha. ( Adoro estourar)
Pizza!!!!! Cadê a bendita PIZZA? FILME!!!
Não temos o filme.
Não ainda falta 5 minutos para as 23h00min, existe aquele hipermercado abarrotado de tudo o que existe na terra, até filmes...
Conseguimos, compramos o filme!
Mas e a PIZZA?
Fomos salvos pelo gongo havia no Shopping uma pizzaria e melhor poderíamos comprar para viagem... hehe
Um delicia, jantar a luz de faróis dentro do carro é fantástico, nada melhor que comer com as mãos e sem guardanapos.
Mas para isso foi inventado o revestimento de couro para os autos, pensando exatamente nas azeitonas.
Que maravilha, tudo na mais perfeita harmonia, TV, DVD,PIZZA e o filme...
Nossa filme, precisamos instalar a TV o DVD e conectar o tal cabo HDMI.
Enfim sós...
Amor vamos assistir... VIVA.
Ela houve um som estranho.
O ronco...
Ele dormiu...

RS

Beijos
Rê Pinheiro

4 comentários:

  1. Ai, Rê.
    Hilário seu conto. Diria que um conto crônico. Pra que tanto? Minha TV é de 29 polegadas tela plana da Philips (nada de plasma, lcd ou led), meu DVD não é HDMI, mas o mais importante se tinha: os dois, a cama, o edredom, o vinho e a pizza era fácil de providenciar.
    Mas se tirasse toda essa complicação do sonho, não teria graça. (rs...)
    Beijo grande,

    Ivan Bueno
    blog: Empirismo Vernacular
    www.eng-ivanbueno.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Simone Albuquerque15 de julho de 2010 11:33

    Nossa eu fiquei me sentindo no texto, achei muito legal sua maneira de escrever, ela é clara, objetiva, muito inteligente e ainda possui uma veia cômica.
    Já pensou em escrever um livro?
    Já ganhou uma fã.
    Beijos
    Simone S. Albuquerque

    ResponderExcluir
  3. Olá Ivan.
    Como é gostoso tê-lo aqui, adoro seus comentários, são verdairos e autenticos sempre...
    Pois é que graça teria sem complicar um pouco?
    Olha tudo bem que sua TV não é de LED, cá entre nós não muda patavina alguma... rs
    Querido amigo, te admiro muito.
    Beijo grande prá ti.

    ResponderExcluir
  4. Olá Simone.
    Primeiramente agradeço suas palavras!
    Olha quem nunca pensou em escrever um livro que atire a primeira pedra... rs
    Já pensei sim, mas tem tanta história, tanta coisa e tanta mistura que seria uma miscelânea gigantesca...
    Talvez eu tivesse uma meia duzia de livros vendidos e o prazer de dizer que dei um autógrafo, mas olha já fiquei feliz, tenho uma fã... VIVA.

    Querida um beijo grande prá ti.
    Volte sempre.

    ResponderExcluir