sexta-feira, 16 de julho de 2010

O HOMEM II


Olha lá, lá vai ele todo certinho, camisa bem passada pela lavanderia que sempre atrasa sapatos tecnicamente comprados para combinar com alguma coisa, seus cabelos parecem o do comercial de xampu e suas coxas um insulto a sanidade feminina.
Talvez se ele não fosse tão bom seria melhor, porque ai eu colocaria vários defeitos e ficaria feliz, mas onde estão os defeitos?
O perfume é maravilhoso, ele sempre cheira bem até quando esta sem cheiro algum, ele às vezes tem até cheiro de chocolate... (acreditem se quiser)
Inteligente, possui um senso de humor meio singular, mas esta em processo de evolução é galanteador, um ótimo ouvinte das neuroses de uma mulher, meu Deus ele tem uma paciência de Monge e uma voz de Don Juan, (se bem que não conheci Don Juan pessoalmente), mas deve ser semelhante sim.
Tudo isso e ainda envia flores, se recorda de datas comemorativas, é aparentemente fiel, vive surpreendendo e sabe beijar muito bem.
Algo singular, praticamente já extinto!
Ta tudo bem, ele não sabe dançar muito bem, mas para que serve um bom dançarino? Se você esta ali diante do homem mais raro do mundo?
Tenho minhas duvidas, mas ele dever ter se especializado na arte de como cuidar de uma mulher, um verdadeiro exemplo a ser seguido.
Mas francamente deve ter algo de errado em tudo isso, deve ter algum segredo capcioso não revelado.
Daqui a pouco surgem aquelas bombas tipo as de nitroglicerina pura que nos deixam com os cabelos em pé, os olhos esbugalhados de chorar e aquelas terríveis olheiras gigantes.
Bem, mas eu prefiro as olheiras à cara de mulher de cera que não sente nada, que faz pose para fazer sexo e não da risada alto por vergonha.
Por falar em risada ela até gosta das minhas risadas escandalosas e dos tombos que levo de vez em quando. (ou de vez em sempre).
Uma coisa muito legal ele comeu meu macarrão todo grudado e nem fez cara feia, tudo bem que ele confundiu meu molho branco com creme de milho verde, mas isso faz parte, o paladar masculino não é tão apurado assim.

Beijos
Rê Pinheiro

Um comentário:

  1. Goataria de saber se ele existe ou é um fruto de sua imaginação?
    Se não existir para você, é porque ainda não me conheceu e certamente quando isso ocorrer verá que tenho muito a lhe oferecer.
    TE AMO.
    Marcelo

    ResponderExcluir