sábado, 27 de março de 2010

Enxergando a verdadeira cor do Sol.


Tem dia que você acorda desejando que o dia termine, ou que nem comece, que tudo que você sente se apague, e quando olha pela janela, não consegue enxergar a verdadeira cor do Sol.
Parece que as forças te faltam, surge aquele nó na garganta, uma angustia sem tamanho, uma ansiedade sem fim, o medo e a insegurança tentam lhe dominar.
Você quer ser forte, quer a todo modo arrancar com as próprias mãos estes sentimentos, emoções, estas dores, porém é inútil.
Então você simplesmente deseja que surge alguém para te ouvir, ou apenas alguém para segurar sua mão te dar dar carinho e te compreender com o olhar.
Porém neste instante, você nota que está sozinho, mesmo quando esta com tantas pessoas a seu redor.  Mas é exatamente neste exato momento que surge a beleza e a graça de vida.
Sim, é neste momento em que surge uma das mais belas batalhas de forças do Universo.
A dualidade entre o bem e o mal em nosso ser, uma batalha interior, eu chamo de o grande duelo da alma.
Forças contraditórias, mas vitais.
Um lado de nós nos faz remoer passados, nos coloca duvidas inexistentes e coloca em xeque nossa própria razão, nossos sentimentos, crenças.
O outro nos vivifica lembranças maravilhosas, nos impulsiona e nos encoraja, mostra nossas próprias forças, nos trás a mente toda a beleza da VIDA, toda a alegria e paz que nela existe, nos coloca diante de nossas vitórias e muitas conquistas e nos faz enxergar a superação de tantos outros obstáculos.
Então surge a oportunidade, com ela segue as escolhas, nem sempre você fará a correta, mas nem por isso se prive de sorrir de seus erros e o mais essencial, jamais esqueça de aprender com eles.
E neste duelo permita sempre que o seu melhor vença.
Pois a VIDA é repleta de coisas boas escondidas, esperando apenas o tempo certo para serem reveladas.
Hoje ela pode estar quieta, ou esta intensa, mas ela é a VIDA.
Sem comparações, sem falsos sentimentos, sem meios termos.
Esta é a VIDA que se apresenta em sua forma real e quer te ver sorrindo.
É vida falando com a VIDA e mostrando todas as batalhas já vencidas.
Acreditem, nada é melhor que levantar sem ninguém ter lhe estendido a mão.
Nada é melhor que a capacidade dar risada das suas tristezas, e se olhar no espelho e ter a plena convicção de seu próprio valor.
Nada como simplesmente crer e ter fé.

Nada como enxergar a verdadeira cor do SOL.

Bem vindos, a VIDA   ela esta de volta.

Beijos

Rê Pinheiro

sexta-feira, 26 de março de 2010

Fragilidade passageira....


Hoje eu só queria colo e um tiquinho de paz...
Também uma poção mágica que me fizesse parar de pensar e falar o que penso e sinto de vez em quando.
Culpa desta maldita TPM, ou culpa deste jeito estranho meu de sentir?
Sabe, bem feito para mim!
Quem mandou você ser assim?
Custava ser um pouco mais fria e parar com esta mania de gostar demais?
Mania de cuidar, zelar de querer bem incondicionalmente...
Mania de se entregar de se permitir...
Mania de falar que esta tudo bem, quando na verdade não esta.
Varias manias...
Mas não pensem que irei mudar.
Não consigo, esta natureza é ruim demais para isso.

E meu coração é mole demais para se moldar a outras formas senão esta.

Mas confesso que muitas vezes deixer de compreender as pessoas por que elas me assustam.

Me assusta uma pessoa que não sabe sentir... amar... sonhar...crêr...se entregar e ter expectativas em relação a VIDA.

Me falem, como não ter expectativas?

Na verdade você sabe o que de fato é isto?

Se procurar no pai dos burros verá que expectativa nada mais é que ter esperança.

Desta forma, como viver a vida sem esperança?

Como não esperar nada?

Desculpem-me, mas não sei ser assim.

Prefiro quebrar a cara e sofrer feito uma mula de carga, a passar por aqui sem sonhar sem desejar e sem ter esperanças.

Prefiro acabar com todo o estoque de lenços e ficar com a cara inchada, ficar sem apetite, me acabar em lágrimas a ser alguém que foge ou que vive com duvidas entre o passado e o presente ou temendo sonhar com o futuro.

Me falem, para que complicar, algo que é tão simples?

Porque desejar a grama do vizinho? Quando nossa grama tem muito mais valor? Porque ficar remoendo e pensando em gramas diante da mais bela paisagem que a vida lhe deu?

Sabe porque?

Vou responder a todos vós.

Porque não mandamos nesta engrenagem emocional.

Não gostamos de alguém porque queremos gostar.

Não amamos porque desejamos amar.

E não esquecemos de outra pessoa no momento em que alguém te olha nos olhos e diz que te adora.

Infelizmente não mandamos em nossos sentimentos.

Não somos donos das emoções...

E choramos muitas vezes quando pensamos que iriámos sorrir.

E nos apaixonamos muitas vezes, por quem não esta apaixonado por nós.

Ficamos presos a sentimentos incompreendidos, inacabados.

Nos prendemos a pessoas e alguns acontecimentos, nos prendemos a magoas, indecisão, um "amor" não correspondido não compreendido, há falhas que pensamos ter cometido e quando nos damos conta, a VIDA passou, ela foi embora e perdemos, perdemos talvez a chance ter o que de fato sempre buscamos.

Me perdoem, mas hoje eu tirei o dia para falar comigo mesma.

Talvez assim eu mesma me responda.

Não quero saber quem vai ler isso...

Quem vai comentar...

Quem vai criticar...

Lembrê-se este espaço é meu.

E é de direito meu ser chata também...

Todos, temos os dias em que queremos colo, carinho, afeto e compreensão, são dias em que um abraço fala mais alto que tudo, dias em que ficamos a espera de um gesto de uma atitude, de um alguém que não te queira no sorriso, mas que lhe deseje com o seu pranto e sua fragilidade passageira.

Hoje é o meu.

Depois de 34 anos sendo forte, ajudando a todos, me entregando e me doando para ver todos bem, lutando por causas perdidas por gente que nem se quer conhecia. Engolindo meu choro para não fazer alguém sofrer, cuidando e me dedicando.

Resolvi hoje me permitir a ser frágil e assim em rede mundial assumir minha fragilidade momentânea, resolvi chorar um pouco e desabafar.

Um grande Tsunami passou em minha vida nesta ultima semana e resolveu abalar minhas estruturas querendo me derrubar novamente...


Mas fiquem tranquilos...

Como falei é momentâneo...

A seguir teremos a cena dos próximos episódios.

Uma nova "VIDA".

Em breve...


Muito em breve.



Beijos

quarta-feira, 24 de março de 2010

Respostas.. da "VIDA".


Hoje uma amiga me perguntou, será que devo esnobar um pouco para que ele goste de mim?

Resolvi deixar aqui esta resposta.

Nâo gosto do tipo de amor Cassino.

Gosto de verdades explicitas, não de jogos.

Me ame ou saia de cena.

Se precisamos de estratégias para cativar alguém certamente não temos qualidades suficientes para manter um relacionamento saudável.

Seja você mesma, fale o que pensa, o que gosta, seja natural mesmo que isso cause um efeito estranho ou o assuste...

Não faça o tipo esnobe, isso é deprimente.

Se você esta afim, porque não demonstrar?

Se você gosta, porque esperar até meia noite para sair correndo?

Não sinta vergonha de dizer sempre o que esta sentindo, mesmo que você corra o risco de ser incompreendida.

Sempre detestei, o mecanismo do sentimento.

Pessoas que não se permitem viver, por um medo surreal de sofrer.

Há alguma vergonha no amor?

Há alguma razão para não amar?

Se é para viver que seja uma vida repleta de ousadias.

Sem muitos porques.

Sem muitos talvez.

O bom mesmo da vida é quando descobrimos que ela é nossa e que esta em nós, a escolha de sermos felizes ou não.

De passar por ela, somente... ou vivê-la da forma mais intensa que pudermos.

Então minha amiga, não desperdiçe o que você tem de melhor.

Não esnobe as varias faces da vida.


Beijos
Rê Pinheiro

quarta-feira, 17 de março de 2010

A mulher de sagitário...






O mundo não seria tão divertido se não existissem os sagitarianos. Donos de um senso de humor enorme, são capazes de fazer qualquer um se animar em qualquer situação. Vendo o lado alegre e belo da vida podem animar as pessoas contando suas aventuras, mesmo num velório, a não ser que seja de seu melhor amigo, e ele considera todos assim. Neste caso é capaz de chorar tão alto e agarrar no caixão com tanta força que todos pensarão que o falecido era seu amigo de infância e que convivia todos os dias com ele, mas conheceu há poucas semanas. Nenhuma figura mitológica representa tão bem o Sagitário como o centauro, metade homem metade cavalo. De um lado um ser racional que filosofa sobre a vida e faz de tudo para que a lei seja obedecida, e de outro tão abrutalhado que é capaz de comprar uma briga fazendo voar cadeiras para todos os lados. É... eles são meio escandalosos, exagerados e estabanados.
Extremamente francos, sempre prezam a verdade, mesmo que ela seja inadequada para o momento, o que os faz passar por inconvenientes em algumas situações. Sempre prontos a conhecer novas coisas na vida, eles esperam que todos tenham essa mesma disposição. Aventureiros e livres que são, é impossível segurá-los quando se decidem a viajar e conhecer outros mundos. Fome... como têm fome esses sagitarianos. Comem qualquer coisa, desde arroz, feijão e ovo frito (claro que um prato enorme) até sopa de rinoceronte rosa da Iugoslávia, e eles adoram comidas exóticas, desde que sejam em quantidade, e melhor ainda se forem típicas de países distantes. Sagitarianos são eternos gozadores, mesmo quando estão brigando. Assistir uma briga em que eles estejam participando é o mesmo que assistir uma comédia italiana, com sacadas geniais e um humor ferino terrível, antes de começarem a voar pratos e cinzeiros. Depois disso são capazes de chamar o adversário, todo arrebentado, para tomar uma cerveja para esquecer as diferenças, desde que sua opinião tenha sido aceita.

Eles se acham donos da verdade e discutem horas só para convencer as pessoas sobre um ponto de vista seu. Conhecem um pouco de tudo, o que os torna capazes de fazer qualquer bico, e em muitas vezes de forma “provisória-permanente”. Dinheiro.... . Mas eles têm sorte e sempre arranjam dinheiro, nem que for em jogo, que por sinal eles podem adorar. São ótimos esses seres de Sagitário. E não é pra menos : quem rege este signo é nada mais nada menos que Júpiter, o maior planeta do sistema solar, Zeus para os gregos, deus dos deuses, sendo tão bons e violentos quanto ele. Ser amigo de um sagitariano é ser o melhor amigo dele, mesmo que você não queira. Crédulos e ingênuos, costumam se decepcionar com aquele seu melhor amigo que conheceu numa viagem no último final de semana e que pediu dinheiro emprestado e não devolveu. Mas tudo bem. Depois de reencontrá-lo e cobri-lo de porrada ele ainda vai chamá-lo para tomar uma cerveja e relembrar os velhos tempos, mesmo que estejam completando três semanas de amizade.

A MULHER DE SAGITÁRIO
Tarefas do lar, supermercado, cozinha... Se pudesse a sagitariana eliminaria estas tarefas do mundo. A mulher de Sagitário ama a liberdade e é totalmente independente, encarando a vida com muita garra. Mas também quando o assunto é dedicação ela consegue superar todo o Zodiáco e pode o sonho de consumo de muitos homens, pois são esposas muito mais que apenas simples esposas, elas são surpreendentes em tudo e jamais permitem que um casamento caia na rotina. Como mãe ela é considerada uma fera, que protege sua cria , mas sem permitir que a criança não tenha seu espaço. Ela sabe dar liberdade no momento certo e carinho sempre. Alegre e cativante, costuma ser muito romântica, alimentando sonhos e fantasias de amor, mesmo sendo assim tão independente e aparentemente difícil de encarar uma vida a dois. O que na realidade ela gosta é de uma parceria inteligente e que lhe dê liberdade e carinho ao mesmo tempo. Não suportando ciúmes e possessividade, ao menor sinal de que será tolhida de sua liberdade já arruma suas coisas e vai embora.
Normalmente são exuberantes, com uma beleza que chama a atenção de todos os olhares. O que chama mais a atenção nas sagitarianas além da beleza impactante é o poder de atração que elas possuem , conseguem atrair muitos homens ao seu redor, uma verdadeira legião de fãns e também elas possuem a audácia de terminarem relacionamentos e ainda permanecer amiga de seus exs, mesmo eles estando ainda completamente apaixonados por elas. Claro que ela cativa pela sua simpatia sempre, por onde quer que ande ela prende olhares por ser um ser humano magnetico e isto ela tem de sobra. Essa liberdade e extroversão da sagitariana costuma assustar alguns os homens acostumados com o modelo de mulher meiga e doce. Elas também são, mas preferem ficar por aí, preservando sua independência. É ótimo se relacionar com essas sagitarianas, que podem ser muitas mulheres ao mesmo tempo : amiga, doces e suaves, sensuais, inteligentes e cultas, românticas e fogosas. São de Sagitário, e você nunca terá uma “Amélia” ao seu lado.

SEXO
Ardente como ninguém e romântico como ele só, quando um Sagitário ama se envolve de tal maneira que parece estar vivendo mais uma vez a história de Romeu e Julieta, juntando a isso uma boa dose de prazer e erotismo. Desde cedo o Sagitário percebe que sexo e amor caminham juntos, amando como um adolescente para toda a vida. Curioso que é sempre buscará novas formas de prazer, podendo querer fazer amor em horas e lugares mais loucos, só para unir aventura e amor.
Adoram criar um clima antes de uma relação e sempre estarão buscando conhecer novas formas de satisfazer o ser amado. Dificilmente ele se deitará com uma pessoa por pura atração física e sempre colocará uma dose de sentimento imenso. Metade humano, o amor começa pela cabeça e um bom papo, mas terminará com ele usando totalmente a sua outra metade animal. Uau... amor em dose cavalar.

PRESENTES
Fique atento ao que o sagitariano está falando e ou se interessando no momento. Eles mudam muito seus interesses e pode estar se dedicando hoje muito à música country, e amanhã estar ouvindo jazz. Como um CD é sempre um bom presente, experimente dar-lhe um de música clássica, de preferência com grandes acordes e sinfonias clássicas populares. Um CD com a trilha sonora de um filme que ele comenta ser o melhor que viu até hoje vai deixá-lo alucinado. Mas é bom ser rápido, antes que ele veja outro filme e mude de idéia.
Livros ? Só se ele estiver muito envolvido com o assunto. Lembranças de sua última viagem só serão bem-vindos se ele já tiver ido lá. Ele morrerá de inveja se você conheceu um lugar antes que ele. Para mulheres mande flores, dúzias delas, de preferência rosas vermelhas vindas da Colômbia, que além de grandes e carnudas, devem ter dado um trabalho enorme para colher, o que as fascina muito. Para os homens vale a pena dar bebidas importadas e objetos. Para todos : um fim de semana com tudo pago num lugar distante em que poucos tenham ido e ele possa tirar muitas fotos e contar suas aventuras.

CONQUISTA
Já tentou domar um cavalo selvagem ? Essa é sua tarefa se você quiser ter ao seu lado esse ser livre e solto que é o Sagitário. Estar ao lado do sagitariano e chamar sua atenção vai requerer um bom fôlego e paciência. Disposto a manter sua liberdade e uma vida cheia de aventuras, o sagitariano vai se interessar por pessoas que sejam dinâmicas e alegres e que em hipótese alguma demonstrem mal humor e monotonia. Quando você conquistá-lo deverá ter um bom pique para acompanhá-lo em suas viagens, passeios e todas as atividades sociais que ele costuma participar, e ainda se desprover de ciúme e possessividade
Eles detestam qualquer pessoa que o vigie e fique pegando no seu pé. Cheio de sonhos e fantasias ele vai adorar se você embarcar em seus devaneios e dar corda à sua imaginação. Com uma cultura geral ampla e sua mente filosófica, e tagarela como ele só, vai adorar conversar horas e horas sobre a vida e o sentido de estar neste mundo. Diga que ele está sonhando muito alto e o que ele pretende é impossível e você verá este cavalo selvagem debandar e se juntar aos seus iguais e dificilmente você o verá de novo, perdendo a oportunidade de conhecer mais sobre o que é viver.

AMIZADE
Sagitarianos fazem amizades muito facilmente. É uma necessidade constante que têm em ter amigos com os quais possa passar suas informações e descobertas, e um bom motivo para se divertir e andar em bando como tanto gosta. Fiéis e generosos os sagitarianos costumam tratar qualquer pessoa que tenha trocado uma simples palavra com ele como se fosse amigo de muito tempo. Então não se espante se um deles abordar você no ponto do ônibus enquanto espera alguém, e quando esse alguém chegar você ser apresentado como amigo
Amáveis e cordiais eles são amigos, companheiros e quase irmãos, e sempre contam com você para o que der e vier, ou seja, ele sempre espera que você o acompanhe em suas maluquices e aventuras. Você vai ter que conseguir um fôlego a mais para conviver com ele. Animados e entusiastas, sempre estão botando você pra cima e incentivando a conquistar mais coisas. Mas se prepare : eles são muito eufóricos e por conta disso podem cair em depressão profunda facilmente, e tirá-los de lá pode ser uma tarefa quase impossível. Quando você estiver desistindo de ajudá-lo, quando menos espera, lá vem ele, a galope como um cavalo, todo feliz e alegre. A tristeza foi ontem, agora é um novo dia. Haja paciência com esses sagitarianos, mas vale a pena. E como vale !

Deixe Sagitário à beira de um ataque de nervos
• Mostre sua mesa de trabalho, num canto voltada para a parede.
• Diga a ele que tem prazo de duas horas para entregar um trabalho
• Quando ele contar uma aventura que passou, diga que é uma coisa normal
• Se ele começar a filosofar, fale que isso não enche barriga e é melhor ele trabalhar
• Quando ele convidar você para um programa diga que está com dor de cabeça e não está afim das suas maluquices
• Diga que ele está comendo muito
• Se ele comentar sobre um assunto fale para ele se informar e que "está por fora"
• Não lhe dê férias
• Diga para ele calar a boca e que fala demais
• Diga para ele não jantar porque vai levá-lo a um restaurante. Vá para um restaurante francês que sirva pratos minúsculos
• Faça gozação com ele na frente de todo mundo • Concorde com ele e depois diga que só concordou para ele parar de falar
• Diga para ele esperar um pouco na recepção.... demore mais de duas horas
• Diga que seus projetos são inviáveis e que ele não é criativo

PROGRAMAS
Você terá que consultar a Lua para saber se o Sagitário está a fim de sair ou não. Quando ele cisma de ficar em casa, nada o tira da frente da TV ou detrás de um livro ou jornal (OU DO COMPUTADOR). Se você insistir muito e ele mudar de Lua, você vai ter uma grande noite pela frente. Fome... eles têm fome, e é necessário uma parada num restaurante ou lanchonete para ele se carregar de calorias para poder consumir. Prepare-se quando estiver no restaurante, e não se espante se ele derrubar a cadeira, virar o copo na mesa e quando estiver se levantando levar a toalha da mesa, derrubando pratos e talheres. Eles são estabanados mesmo. Se for um passeio cultural você deverá escolher bem. Eles não têm a menor vergonha de dizer que um quadro é ruim, mesmo que esteja na vernissage e o pintor estiver à sua frente, atônito e com os olhos arregalados com sua franqueza mastodôntica. Mas vai valer a pena... você vai se divertir como nunca, apesar das vergonhas que pode passar.

CASA
Quer conhecer a casa de um Sagitário ? Vai ser difícil....ele nunca está em casa. Nômade por natureza, só estará em casa para trocar de roupa e sair de novo. Mas ele sempre tem a necessidade de saber que tem um lugar para retornar, o que considera muito importante. Um tanto bagunceiro, terá em sua casa um ambiente especial. Ele é um tanto desligado quando está em casa, mas há uma coisa que mantém sempre ligada : as luzes. É estranho, mas o sagitariano adora acender as lâmpadas da casa e deixar tudo iluminado.
Andando sem parar pelos cômodos ele usa o seu quarto e todos os ambientes, deixando algo seu em todos eles, como se estivesse se espalhando por todos os cantos. Os espaço devem ser amplos, com móveis grandes e pesados, o que favorece eles não saírem do lugar. O sagitariano é estabanado que ele só, e vive topando nas quinas de todos os móveis e derrubando objetos. (MEUS JOELHOS SÃO PROVA...) É seu lado metade cavalo que está a solta. Livros e mais livros, discos, cd’s e muitos cacarecos. Seu quarto é amplo e arejado e sua cama larga e bagunçada. Roupas espalhadas e um banheiro enorme, com toalhas imensas e sempre molhadas. A cozinha não é seu lugar predileto, mas terá panelas e livros de receitas para fazer pratos exóticos. Fazer arroz com feijão é algo que nem lhe passa pela cabeça. Como ele é estabanado é bom colocar na porta da cozinha um aviso : “Cuidado : Sagitariano cozinhando.”

VIAJANDO
Sagitarianos adoram ter malas em casa. Mesmo que eles não viajem, curtem a perspectiva de poder conhecer mundos novos, nem que for pela TV. Dificilmente um sagitariano não atravessará a fronteira, e sempre estará com uma mochila pronta para ir embora. Tal qual Indiana Jones, que só carrega uma mochila e seu chapéu, o aventureiro Sagitário sempre se sente bem e feliz quando pode ir a lugares desconhecidos e ultrapassar o limite de segurança.
Chegar ao topo de uma montanha e de lá se fotografar ao lado de uma cabra ou atravessar um rio numa ponte de cordas, que mais parece saída de um filme na África, pode ser ótimo para suas férias. É... se quiser correr riscos e ter muito que contar de uma viagem, convide um Sagitário. Leve o estojo de primeiros socorros. Não para ele, mas para você. Eles nem ligam quando se machucam... e como se machucam.

terça-feira, 16 de março de 2010

Homenagem da Vida


A delicia da vida é saber vivê-la.
Um cantinho para si.
Amigos pra conversar.
Violão.
Um grande amor.
Um colo no fim de tarde.
O beijo de boa noite.
O bom da vida é saber vê-la.
Observar.
Saltar obstáculos.
Construir seu próprio castelo.
O bom da vida é saber salvá-la.
Conciência.
Paciência.
Determinação.
O bom da vida é poesia.
É alegria.
É música.
É fantasia.
O bom da vida é sonhar.
Analizar.
Realizar.
O bom da vida é ser.
Aprender a sentir.
Perdoar.
Buscar.
Como quem é sempre ser, sendo.
A si.
Alí.
A vida.
Vivida.
Agradeço ao anjo que trouxe vida a VIDA.
Que deu som ao silêncio.
E ensinou um novo acorde ao coração.

Beijos

segunda-feira, 15 de março de 2010

Sentimentos e sentimentos...


Por que uma pessoa teima em lutar por algo que não acredita e não conhece?
É tão fácil falar eu gosto de ti, sinto algo por você, eu te amo, eu te adoro.
Difícil mesmo é demonstrar de fato isso tudo.
Hoje eu vejo pessoas dizendo, vou lutar por este amor!
Como se o amor fosse um troféu.
Se esquecem que até os trofeus acumulam poeira e que até eles precisam de um certo cuidado.
Quanto mais um amor.
Me fale com veracidade de sentimentos mas com a sabedoria da razão.
Por raios queres lutar por algo que sua temperatura não consegueria suportar?
Lembrê-se que ao tentar prender o fogo ele se finda.
Sem ar não há combustão.
Assim como no amor sem amor não há amor... ( simples não) ?
Então simplifique sua matemática emocional e aprenda esta regrinha básica.
1+ 1= 2 Jamais será 3
Ocupe o lugar que te pertence ou seja, bem distante da intensidade da VIDA que um dia tiveste.
Sabe não acredito em coisas mornas em sentimentos mornos em desejos sonsos.
Se quero eu quero com tudo.
Quero verdades, quero a expressão pura e afiada da alma.
Mas como há aqueles que só compreendem a VIDA quando ela é dura.
Ela dirá a todos:
A felicidade da VIDA esta em coisas reais, esta no presente e no presente real, não esta em lembrânças de um passado sem sal, nem num futuro imaginário. a felicidade esta num sentimento que cresce a cada dia, esta na paz, no sorriso sincero de alma, no som de um violão, no abraço de proteção e no beijo de carinho"
Coisas simples que deram uma nova cor aos dias de Março.



Beijos

sábado, 13 de março de 2010

Coisas que gosto.


Ah! Como é bom falar do que gosto, gosto do gosto gostoso de gostar.
Gosto de verdades sinceras de alma.
Gosto do som dos pássaros
Do cheiro de terra molhada
De ver pessoas sorrindo
De ver as pessoas amando e sendo felizes
Gosto de gelatina de morango, mas não muito dura nem muito mole.
Gosto de beijar, mas gosto de ser beijada.
Também de pensar e sonhar acordada.
Ah! Mas também é bom quando acordamos na manhã depois de um sonho bom.
Gosto de girassóis de rosas, orquideas mas me rendo a beleza do Lotus.
Gosto de dirigir, sem pressa sem destino.
De ouvir os sons do coração.
Gosto das estrelas, da Lua, mas aprecio os desenhos das nuvens numa tarde de Sol.
Acredito que quando Deus esta feliz desenha no céu para poucos enxergarem sua felicidade.
Gosto de sorvete derretido e de macarrão gelado.
Há quem não compreenda, mas gosto do azedo do limão.
Gosto de escalar uma montanha e de descer com meu filho em escorregadores.
Gosto de gente simples de alma nobre.
De corações puros e amores sinceros.
Gosto de romance de poesias e dormir agarrado a quem amo.
Gosto de cuidar e ser cuidada.
De ajudar sempre, quem eu mesmo nem conheço isso me faz feliz.
Me faz sorrir com alma.
Gosto de fazer pipoca para ouvir o barulho.
Minha alegria é ter todos que amo sempre perto de mim.
Minha famíla, meu amigos que não são poucos mas são raros.
Minha razão de viver que corre para meu colo berrando mamãe.
Gosto de ser lembrada por quem amo.
Sem datas, sem motivos.
Gosto de olhar nos olhos e sentir com o coração.
De abraçar e sentir a alma pegando fogo.
Gosto de gente que aperta a mão com firmeza.
De gente de que fala bom dia no meio da rua para alguém que não conhece.
Gosto de respeito, amizade, lealdade, afeto, bondade e carinho....
Sim muito carinho.
Gosto de carinho todo hora, de gesto de carinho.
Gosto de dormir, embora esta seja uma tarefa ardua para uma zumbi... rs
Gosto de falar e de ser compreendida.
De amar e ser correspondida... ( isso é complicado)
Gosto de aromas, temperos, saladas e muito docês.
Amassar pão...
Tomar banho na chuva.
Dormir sem roupa.
De andar sem sapatos.
Também amo sentir o vento, ele me deixa feliz.
Gosto de olhar para o fogo e observar sua dança.
De cheiro de casa e roupa limpa.
De tomar banho cantando.
De conversar com idosos e aprender a viver com eles.
Mas também aprendo muito com as crianças.
Gosto de escrever, carta mesmo.
Gosto de pintar embora eu não saiba.
De viagens para lugares diferentes.
Gosto de conhecer pessoas.
De observar a vida as cores dela.
Gosto de massagens, de fazê-las...
De filmes bons de músicas boas.
De colo e de atitudes.
Gosto de obstaculos de abismos.
De quebrar ovos.
Atravessar pontes.
Gosto do perfume da madrugada.
Do som de motores e de gemidos.
Gosto do quarto decorado por um japones.
Gosto de tomar caldo de feijão com Neston.
De papinha da Nestle e Danoninho.
Gosto de cachoeiras e rios, mas me diante do Oceano.
Gosto de ler e escutar o silêncio.
Enfim gosto tanto de tato que não teria fim esta minha lista...

Beijos

sexta-feira, 12 de março de 2010

Vamos crescer mais um pouquinho!




"A pior relação é aquela baseada na mentira, que acaba por iludir, fazendo acreditar que temos o que não podemos ter, aquilo que todos chamam de amor. E quando existe amor, se realmente há numa relação, não saberíamos o significado da palavra traição, porque quando realmente se ama, não existe a necessidade de trair, muito menos o papo-furado de que a carne é fraca, pois muitos se deixam levar acreditando que com isso estarão se auto-afirmando. O melhor não seria por um fim antes de magoar alguém que não merece ser enganada dessa maneira? Fidelidade é essencial em todo e qualquer relacionamento. E se isso não for mais possível, que tal conhecer a lealdade e o arrependimento sincero? Não aquele que só dura um instante, pois é burrice cometer o mesmo erro de novo. Será que vale a pena o perdão? Se tudo isso destruiu o que há de mais belo e essencial num relacionamento: a confiança. A partir daí, ele não será mais o mesmo se insistir em continuá-lo, não terá mais jeito, já estará desgastado".

Este é um texto de Aldenir Queiroz

quinta-feira, 11 de março de 2010

Um dia Ruim...


Um dia ruim!

Podia ouvir o som dos passáros cantando já e nem bem o Sol havia nascido.
Sentia nos meus olhos o peso de um sono que não havia chego.
Meu corpo sentia as marcas deixadas daquela noite sem sonhos, sem expectativas, uma noite consumida por pensamentos intermináveis, lembrânças que já deveriam estar encaixotadas no arquivo de memórias, mas que surgiram ali em meio ao nada para me fazerem sentir uma dor que já fora sentida.
Me perdoem, mas não quero falar de lembrânças, não destas...
Vou prosseguir com os passarinhos cantando e o Sol que estava num canto qualquer deste Universo.
E lá pelas 06:05h da manhã ele surgiu, mas meu sono ainda não dava o ar da graça, cantarolei baixinho musicas bestas, contei varios carneirinhos, chás e estava decretado, eu havia me tornado um zumbi.
Mas saiba que até os zumbis também são gente e gente que fala, ri, anda e chora escondido no quarto de raiva, eles também ficam presos naquelas portas de banco com detectores de algum metal que servem para ficarmos com aquelas caras de bobos.
E lá surge a manhã, o dia e o prenuncio de algo, um coração descompassado, um estomago apertado sem desejo, sem fome.
As horas foram ganhando seu terreno e a tarde chegando, ali permanecia a mesma inquietude de alma o mesmo desassossego.
Algo poderia acontecer, algo estava acontecendo, mas sua temperatura não atingia.
E a espera era dolorosa...
A espera de uma dor, a espera de um sentimento...
Tudo então teve que esperar, aquela era a necessidade urgente de uma mudança.
E ela foi feita, de forma visível aos olhos, mas invisível as emoções...
Alguns pedaços ficaram caidos no chão e o resto se levantou e saiu em direção a uma longa caminhada.
A longos passos, soa o alarde de um de motor...primeiro 1...2 e no total 5 fizeram a angustia aumentar.
E a angustia deu lugar ao medo.
Naquele instante a voz não ousou se manifestar, tudo era uma garganta seca e uma vontade de ter asas.
A vontade de enxergar um cavalo montado por um lindo principe sem histórias.
Mas não teve cavalos, não teve principes, o socorrro veio de algo que nem se recorda ao certo de onde veio e nem para onde foi.
Talvez se não tivesse aquele homem de roupas petras no meio do fim da rua tudo teria tudo terminado diferente...
Talvez...
No tumulto disgovernado de um dia ruim tudo acontece, alguém entra nos endereços tenta alterar o verdadeiro sentido da VIDA e perturba, quer lutar por uma causa já perdida, quer sofrer uma dor de uma ferida que já foi curada a muito tempo.
Lembrê-se, não somos propriedades...
Somos humanos, temos uma alma que grita e ama.
Ama um amor que NÃO pertence mais a um passado, mas sim a um presente.
Um presente bom que esta sendo descoberto a cada dia.
Apenas um presente, sem presciência de um futuro, talvez.
Mas ele é meu e não permito que me roubem...
Nem tão pouco que tentem me tirar dele.
Viverei todo o presente...
Sentirei todo o presente...
Me entregarei a ele, sem medo, sem magoas e sem expectativas...


Beijos na alma.
Rê Pinheiro
...

quarta-feira, 10 de março de 2010

Casamentos...


Resolvi elucidar algumas questões a vós meus caros leitores, um resumo breve deste tema tão complexo!

casamento
(casar + -mento)

s. m.
1. Acto!Ato ou efeito de casar. ( dããã)
2. Contrato de união ou vínculo entre duas pessoas que institui deveres conjugais. = matrimónio
3. Cerimónia ou ritual que efectiva!efetiva esse contrato ou união. = boda
4. Fig. União, associação, vínculo.
5. Reg. Passa de figo recheada com pedaços de noz ou de outros frutos secos.
casamento de mão esquerda: mancebia.

casar - Conjugar
(casa + -ar)

v. tr.
1. Unir por casamento.
v. intr. e pron.
2. Unir-se por casamento.
3. Fig. Condizer.

Casamento, casório ou matrimônio/matrimónio é o vínculo estabelecido entre duas pessoas, mediante o reconhecimento governamental, religioso ou social e que pressupõe uma relação interpessoal de intimidade, cuja representação arquetípica são as relações sexuais, embora possa ser visto por muitos como um contrato.

As pessoas casam-se por várias razões, mas normalmente fazem-no para dar visibilidade à sua relação afetiva, para buscar estabilidade econômica e social, para formar família, procriar e educar seus filhos, legitimar o relacionamento sexual ou para obter direitos como nacionalidade.

Um casamento é frequentemente iniciado pela celebração de uma boda, que pode ser oficiada por um ministro religioso (padre, rabino, pastor etc.), por um oficial do registro civil (normalmente juiz de casamentos) ou por um indivíduo que goza da confiança das duas pessoas que pretendem unir-se.

A palavra casamento é derivada de "casa", enquanto que matrimonio tem origem no radical mater ("mãe") seguindo o mesmo modelo lexical de "patrimônio". Também pode ser do latim medieval casamentu: Ato solene de união entre duas pessoas de sexo diferente, capazes e habilitadas, com legitimação religiosa e/ou civil.

A sociedade cria diversas expressões para classificar os diversos tipos de relações matrimoniais existentes. As mais comuns são:

casamento aberto (ou liberal) - em que é permitido aos cônjuges ter outros parceiros sexuais por consentimento mútuo. ( ME FALEM PARA QUE CASAR DESTE JEITO? DESCULPEM-ME SOU CHATA COM UMA VISÃO ANTIQUADA)
casamento branco ou celibatário - sem relações sexuais ( Também não tenho esta vocação)
casamento arranjado - celebrado antes do envolvimento afetivo dos contraentes e normalmente combinado por terceiros (pais, irmãos, chefe do clã etc.)
casamento civil - celebrado sob os princípios da legislação vigente em determinado Estado (nacional ou subnacional)
casamento misto - entre pessoas de distinta origem (racial, religiosa, étnica etc.)
casamento morganático - entre duas pessoas de estratos sociais diferentes no qual o cônjuge de posição considerada inferior não recebe os direitos normalmente atribuídos por lei (exemplo: entre um membro de uma casa real e uma mulher da baixa nobreza)
casamento nuncupativo - realizado oralmente e sem as formalidades de praxe
casamento putativo - contraído de boa-fé mas passível de anulação por motivos legais
casamento religioso - celebrado perante uma autoridade religiosa
casamento poligâmico - realizado entre um homem e várias mulheres (o termo também é usado coloquialmente para qualquer situação de união entre múltiplas pessoas)
casamento poliândrico - realizado entre uma mulher e vários homens, ocorre em certas partes do himalaia. ( ESTRANHO MUITO ESTRANHO)

Nada a declarar?
Então eu vôs declaro marido e mulher... rs

terça-feira, 9 de março de 2010

Intensidades...


Até onde você esta disposto a amar de verdade?

Quero ver até onde vai sua ousadia, sim porque ousadia é fundamental para mim.

Nada de amores que terminam ao alarde da primeira TPM.

Nada de moderação com seus sentimentos, detesto escassez de palavras e gestos.

Prefiro o homem das cavernas, aquele bicho peludo me jogando nas costas, a aquele principe desencantando cheirando encrenca.

Se eu te amar, faça jus a este amor.

Porque ele é raro, talvez um dos poucos que ainda persiste e resiste a este grande iceberg de almas.

Se eu te amar, sáiba, serei TUA.

Estarás em meu coração, meu corpo e habitarás minha mente, os meus pensamentos por um tempo cujo o tempo ainda não atrevo-me a descrever.

Te peço, não tenha medo de mim, não mordo. ( salvo em ocasiões necessárias)

Mas acima disto, lhe peço, não sinta medo de viver.

Não tema a VIDA pois ela pode ir embora antes mesmo de você tocá-la.

Sáiba que sou a paciência em dosagem elevada, mas minha pressa tem fome de viver.



segunda-feira, 8 de março de 2010

Pensamentos de uma tarde de Março.













Quem nunca sentiu saudades de alguém que atire a primeira pedra!

Quem nunca olhou uma vez para o telefone e falou para ele, "TOCA".

Quem nunca sentiu vontade de enroscar as pernas de noite e acordar com um beijo na nuca de bom dia?

Eu sou assim, romantica até que meus olhos mudem de cor.

Adoro os sentimentos, adoro cultivar os sentimentos.

AMO, amar.

Mas melhor que amar é saber demonstrar este amor.

De que adianta tanto amor guardado num peito de aço?

De que adianta aquelas flores mecânicas no seu aniversário?

Um cartão onde o cara copiou a frase de um site?

Ou aquela frase dita olhando em seus olhos assim:

" EU TE AMO"

Mas você se sente dentro de um comercial de creme dental.

Não, por favor, NÃO!!!!

Se você quer me amar, primeiro aprenda tudo sobre mim!

Olhe atentamente os meus defeitos, que são muitos....

Venha a mim querendo apertar a minha mão e não a minha bunda.

E olhe para os meus olhos, não para os meus peitos.

E se olhar em meus olhos sáiba me conhecer também pela cor deles... ( pois eles mudam de cor de acordo com meu humor)

Ah! Sim abra a porta do carro sempre...

Mas também abra a porta do seu coração, deixe-a escancarada, para que eu possa conhecê-lo!

Não me dite regras, pois não sei seguí-las.

Não sei seguir nem o caminho traçado por um GPS. ( Não gosto da voz dela)

E também não gosto de distâncias, aquelas superiores a 100km então são doloridas demais.

Deixarei aqui um relato.

Eu amo café expresso pela manhã numa padaria com mortandelas defumadas penduradas no teto.

Acho afrodisíaco...


Volto logo mais...

Beijos

Rê Pinheiro

terça-feira, 2 de março de 2010

VIDA


O que me faz estar aqui?
Hoje digo que passei tamanhas dores que em muitos momentos enlouqueci.
Precisei encontrar na dor a força e ao invéz de deixá-la me levar, dei as mãos a ela e hoje caminhamos juntas.
Oberve sempre mas aprenda a sentir, pois sentir é imensuravelmente melhor que observar...
Você observa, sorrisos, observa lágrimas... mas o que você enxerga de fato?
Um sorriso pode não ser um sinal de alegria e as lágrimas muitas vezes não são a demonstração de uma tristeza.
Muitas vezes você ouvirá um não, mas sentirá o sim.
Ouvirá um " Eu te amo" mas sentirá um imenso vazio.
Podera ver um simples olhar, mas ele te fará sentir a pessoa mais amada deste mundo.
E sentirá numa única palavra o poder de transformar uma vida.
Nossa eu mudei tanto, de casas de cidades de mudei meus caminhos e hoje carrego comigo o melhor de uma vida que amo viver.
Amo cada instante, tenho fome de viver e sentir as temperaturas que meu corpo ainda não atingiu.
Sinto saudades de pessoas que ainda nem conheço e lugares que nunca estive.
Tenho paixões aqui guardadas, quem sabe um dia eu as liberto.
Sonhos? Desejos?
São muitos, tenho uma lista imensa deles...
Jamais saberia se irei realizá-los, mas jamais irei desistir de lutar por cada um deles.



Beijos...